sábado, outubro 15, 2011

RAÇA NÃO EVITA ABANDONO

RAÇA NÃO EVITA ABANDONO 
Pertencer a uma determinada raça - e até possuir pedigree - não tem 
livrado animais dos maus-tratos, muito sofrimento e abandono na Cidade 
de São Paulo. Mais comumente nos  últimos três anos, cães com raça 
definida (e muitos com pedigree) são abandonados em ruas e praças ou 
mesmo entregues ao CCZ, por proprietários que protagonizaram compras 
por impulso, sem pensar em todos os cuidados que um animal exige; sem 
pensar que esta vida brinca, muitas vezes destrói moveis e sapatos; tem 
necessidades fisiológicas; precisa de alimentos corretos, precisa passear e 
se exercitar; exige vacinação e vermifugação e, quando adoece, precisa de 
cuidados de um médico veterinário. Tudo isso significa: atenção, cuidados, 
carinho, amor e gastos financeiros.  
Animais com raça definida têm mais chances de conseguir um novo dono, 
mas muitos acabam mortos no CCZ, por chegarem em péssimas 
condições de saúde ou até por pertencerem a raças que, usualmente, o 
CCZ não repassa para famílias, como os cães da raça pit bull.  
As ONGs e protetores independentes têm visto seus parcos recursos mais 
comprometidos ainda, quando tentam livrar das ruas e conseguir donos 
para essa leva cada vez maior de cães e gatos de raça, que acabam 
exigindo cuidados mais específicos, prolongando o período de recuperação 
e intensificando os gastos. 
Muitos “modismos” passam e o  abandono fica: poodles, que foram moda 
anos atrás, hoje são ofertados ou vendidos a preços reduzidos; e é muito 
comum encontrar animais dessa raça abandonados nas ruas ou no CCZ. 
Mas raças vendidas por altos valores acabam abandonadas principalmente 
quando a pessoa se depara com um cachorro muito grande ou com hábitos 
que não combinam com a vida dos humanos da família – o labrador, por 
exemplo, virou moda nos últimos dois anos, mas muitos criadores não 
contam para o comprador que os cães desta raça precisam de muita 
atividade, brincam demais e fazem “arte” feito bebês grandes, de 40, 50 
quilos. Precisam correr e brincar, até para não terem problemas de 
obesidade. Hoje é comum encontrar pessoas querendo doar ou se 
desfazer de algum modo de seus labradores. 
A seguir, temos alguns exemplos recentes (2007/2008) de animais de raça 
abandonados, recolhidos pelo CCZ ou por ONGs e protetores 
independentes: 

Cartaz divulgado por protetores em 2007, sobre um DOGO ARGENTINO abandonado pelo dono, 
no CCZ (com pedigree)

Fêmea da raça Dogue de Bordeaux entregue ao CCZ com pedigree, pelo dono que pagou 3 mil
Reais e desistiu do filhote, “que baba muito”



Bernesse abandonado em péssimas condições, repleto de feridas e bernes,            
salvo por protetores 


Dois cães da raça cocker spaniel – uma raça que foi moda durante
muito tempo e atualmente é vitima de constantes casos de abandono
Um pug e uma fêmea de yorkshire terrier
na fila da adoção do CCZ

Gonden Retriver jogada nas ruas e recuperada por protetores




Dois casos de cães da raça Rottweiler, um que acabou morrendo no CCZ tamanho
comprometimento físico devido ao abandono e maus-tratos; o outro, foi abandonado pelo dono no
shopping Butantan e salvo por protetores.

POODLE ABANDONADO E RESGATADO POR PROTETORA. ESTAVA COM VÁRIAS DOENÇAS.

Beagle abandonado no bairro da Pedreira, zona sul de São Paulo


Os poodles, raça que foi “moda” durante anos, hoje são
comumente vistos nas ruas ou no CCZ. Vários tem a sorte
de serem salvos por protetores e encaminhados para adoção

(Essas são apenas algumas das fotos, pois eu não aguentava mais ver e parei de procurar)

Segue agora algumas fotos de cães de raça abandonados.Pense bem antes de comprar um animal. Muitos desses são usados para fazer filhotes e depois que "não servem mais" são abandonados na  rua sem direito nenhum. Você já procurou ver as matrizes  dos cães que são vendidos caríssimos??? Quem vende animal não os ama, apenas querem lucrar em cima deles e não se importam com o que vai acontecer depois.


ROTWEILLER
PITBULL
HUSKY







La historia continua

DOBERMAN
Cocker


Labrador

PASTOR ALEMÃO

Bulldog

Bull terrier


Yorkie


Shitzu

Chega, pq eu não aguento mais postar esse tipo de foto
:(

Thaís da Matta Fagundes Lima
Proteção aos animais - Macaé
http://www.pro-animal.org
thais.matta@hotmail.com















3 comentários:

FLORIPIA disse...

Parabéns por tudo que tem feito por nossos anjos peludos e parabéns por esse blog maravilhoso!!!!!Deus te abençoe muito,beijoooss Flor

luciana araujo disse...

gostaria de adotar um cãozinho pequeno, vi seu blog e gostei muito do seu trabalho, caso voc~e tenha algum cãozinho para adotar, tem que ser pequeno para ficar dentro de casa,aqui tem muito amor e carinho, tenho uma família grande 4 filhas e a mais nova tem 3 aninhos, minhas filhas estão loucas por um cãozinho, mais eu sou contra comprar por isso estou pesquisando na internet, fico no aguardo de uma resposta, meu e mail é jeanclaude.lu@gmail.com,
Atenciosamente, Luciana Araujo.

marcos túlio e silva disse...

Viram só como os cães de raça não são, melhores que os vira latas todos tem o mesmo preço é podem ir pra rua e serem judiados! Tenho muita dó de ver essas matrizes judiadas más graças a Deus tem muitos anjos aqui na terra que zelam direito desses cães inocentes.